O Cristão pode ir no motel ou não? Depende da necessidade !

vamos_ao_motel[1] No blog do Bispo Macedo foi levantado uma questão bem bacana e pouco discutida: Ir no motel ou não? É um tema que eu demorei a postar aqui por estava esperando meu blog amadurecer, ainda era voltado muito para jovens e hoje vejo círculo de pessoas que comentam já é outro.

Antes de começar a escrever minha opinião ou esclarecimento sobre o tema, esse artigo é voltado apenas para Cristãos Casados !! Não é para ajuntados, amigados, noivos e namorados, não! vocês tem que é casar e/ou se consertar com Deus!

O texto do artigo é longo, por isso se quiser ler tudo tem que ativar o link que pedirá para abri-lo por completo ok?

———–x————–x————x———–x—————

É pecado o Cristão Casado ir ao Motel?

Não é pecado. Uma parte da pergunta respondida. Agora vamos as definições de Motel:

Significado original

Nos Estados Unidos, um país altamente motorizado, motel é a contração de motor e hotel; ou seja, um hotel ao qual as pessoas chegam de automóvel, mas que fica à beira de uma rodovia, que serviria de alojamento àqueles que realizam uma viagem e estão longe de casa.

Significado no Brasil

Motel é um estabelecimento de hospedagem que se diferencia dos demais porque as pessoas geralmente vão até ele com o objetivo de manter relações sexuais e não necessariamente para conseguir alojamento, porque muitas vezes não se cobra o valor de uma diária, mas sim por um valor de permanência de algumas horas (períodos).

Normalmente são oferecidos preservativos, um aparelho videocassete ou DVD com vídeos eróticos ou possibilidade de acesso a canais eróticos, cardápio para o almoço ou o jantar, teto com espelhos, banheira de hidromassagem, com garagem,podendo ser coletiva e/ou privativa para um ou mais automóveis.

Atualmente os motéis representam um momento de conforto, luxo e erotismo, além de apenas uma opção de hospedagem. As pessoas buscam num motel o diferencial que não conseguem ter em suas casas. Certos motéis oferecem, em suas suítes mais caras, pista de dança, sauna, piscina, etc.

Normalmente, os motéis exigem a carteira de identidade para barrar a entrada de menores de idade e têm mais de uma saída para garantir a possibilidade de uma eventual fuga de um cônjuge prestes a ser flagrado pelo outro.

———–x————–x————x———–x—————

Antes que alguém me pergunte nos comentários se vou ao motel, já respondo: EU VOU E ME AMARRO!! Antes que apareça alguém e discuta que o lugar é sujo, tem as bactérias da pessoa que entrou antes de mim, te respondo igual ao doutor bactéria do fantástico: O lugar que tem mais bactéria é a cozinha! Você já visitou a do restaurante ou pizzaria que você come?

Agora vamos ao tema em sí. Eu gosto e não tenho medo de recomendar a ída ao hotel em diversas ocasiões principalmente as comemorações como aniversário de casamento!

Depois que comecei a escrever no blog, já orientei muita gente de tudo que é tipo de problema e casamento são os piores; E como diz aquele ditado: Se de dia a gente briga, a noite a gente se ama, é que nossas diferenças acabam no quarto em cima da cama…

Atendi um Casal estava quase se separando por que o filho que nasceu toma aquele tempo íntimo do casal; Legal, tem casal que passa por essa fase sem problemas, mas tem casal que não. Ainda mais depois de o marido aguardar 40 dias de resguardo da mulher, a casa cheia de parentes e a sogra dando pitaco em tudo e o motel passa a ser a opção da privacidade do casal.

Um quarto sem barulho, bonito, cheiroso, com cama redonda (ainda mais aquele que gira), espelho no teto, banheira de hidromassagem com sais e aquele óleo pra fazer espuma, comida na mesa sem o trabalho de preparar, sem pensar nos filhos, nos problemas, no trabalho, apenas pelo prazer da privacidade e pelo sexo que é a necessidade íntima do casal é claro. Sexo entre casados é abençoado por Deus.

Bom, hoje eles estão bem e quando precisam deixam o filho com a babá.

Acredito que tenham pessoas que preferem fazer sexo em casa, na cozinha, no banheiro (no chão do banheiro), na mesa (aí não é sujo né?) , no quintal, muro… tudo isso é legal e fácil pra casal sem filhos, por que quando os filhos nascem, andar nú ou de sunga nunca mais! Isso sem contar com aqueles casais que tem a casa pequena, que os filhos dormem no mesmo quarto, o cachorro latindo quando alguém bate no portão e o telefone tocando justamente na hora do bem bão. Quem tem paciência pra isso, faça tudo em casa, quem não têm vá há um motel.

Talvez o casal tenha coragem de chegar pra benção da sogra e pedir pra tomar conta de seu filho pra você ir ao motel relaxar ou deixar com uma tia, babá ou até mesmo dá um calmante pra “cria” durmir e pro casal ficar à vontade. Agora assim, respondo como bispo macedo, vá na sua fé !

Agora, se o casal tem a consciência pesada de não gostar de motel, principalmente os da avenida brasil no Rio de Janeiro (quem mora no Rio sabe que é a auto-estrada com a maior concentrações de motéis) então vá para um Hotel… que é a mesma coisa mudando apenas o nome ou a letra H.

Pousadas também é bom, só não leve telefone celular.

Sobre os filmes eróticos. Os motéis tem diversos canais e não só os eróticos. Assim que entrar no quarto e ligar a televisão muda pra record ou pra globo (isso se você vai a motel pra ver novela).

Não estou aqui fazendo apologia a ida ao Motel não, pelo contrário, apenas esclarecendo que ir ao motel vai além da fé. Agora se a sua preocupação é, se ir edifica, vou te fazer algumas perguntas simples:

  • Quanto tempo você passar por dia com vendo novela? Novela edifica?
  • E aquele futebol na teve ou até aquele futebol com obreiros que a gente sempre se aborrece, edifica?
  • Se o motel é visitado por aquelas pessoas que traem suas esposas, essas mesmas não visitam o supermercado para fazer compras ou talvez o açogueiro que corta a carne que você tanto gosta, tenha acabado de sair do motel com uma colega de trabalho e você está agora recebendo a carne que ele cortou.

Fazemos centenas de milhares de coisas em nossa vida que não edifica e mesmo assim o fazemos.

Fica agora a questão pra cada um responder ou ter discernimento do que vá fazer ou como diz o Bispo Macedo: quem sou eu pra ser juiz da sua fé.

Pin It

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>